Arquivado em MSN Busca

Ziki – orkut com links patrocinados

Com o mote fique visível, o recém lançado Ziki vem com a idéia de que você deve ser facilmente encontrado nos sites de busca. Ele é uma rede social aberta que usa o poder dos links patrocinados. Puramente egosearch. Ele funciona assim, ao procurar no Google por “Paulo Rodrigo”, ele retornaria um link com meus sites com a biografia, minhas tags, amigos e grupos. Parece que o megalomaníaco vetusto vai perder mercado.

Para ser “patrocinado”, você precisa colocar pelo menos cinco tags, uma foto, bem, são coisas bem simples. Eles prometem que depois da análise, você aparecerá em links patrocinados do Google, Yahoo e MSN. No meu teste, eu ainda não tive a aprovação deles, mas atualizo o post quando acontecer.

Além disto você pode colocar suas fotos, posts, podcasts, vídeo, perfis de outras redes como MySpace ou LinkedIn. Ele usa AJAX, tem urls limpas, tags, rss e tudo mais do estilo web 2.0 diferenciando dos principais concorrentes. Neste sistema a perda de privacidade será maior ainda que seus similares, já que é aberta. Também não necessita convite. O serviço é gratuito e promete estar em vários idiomas. Será que ele tem chance no Brasil? Quanto entrei já tinham alguns brasileiros.

Eu pessoalmente não gosto de redes sociais como orkut e second life. Gosto mais de gente de verdade, por isso, aproveite a foto que está lá, por que ela vai sair e não fique clicando no meu link patrocinado quando ele aparecer hein? =)

Comentários (3)

Revisitando o Microsoft adCenter

Tem uns seis meses que comentei sobre a novidade da Microsoft, o Microsoft adCenter Labs. Inclusive foi esta ferramenta que falou que o público do Google era 100% feminino.

Agora fui visitar o site de novo e o ele está totalmente diferente. Tem uma animação em Flash bonita (desnecessária) e novos recursos. A que mais me chamou a atenção foi a de palavras-chave. Eu tinha comentado que sobre novidades na área de palavras-chave e o sumiço do Yahoo!. O Yahoo! voltou com a ferramenta e ainda trará um pacote de aplicativos web para o Brasil incluindo o Panamá que será o novo AdWords do Yahoo.

Voltando ao adCenter, as novidades são a ferramenta de grafia errada, para aquele famoso misspelling em links patrocinados. A base desta e das outras ferramentas é o inglês, então não espere grandes resultados em português. Tem também uma ferramenta similar ao Google Trends. É o Keyword Forecast. Tem também o detector de localização que serve para identificar o local das coisas baseado nas querys. Nas siglas de estados e cidades brasileiras ele pegou bem, mas em produtos que só tem no Brasil ele não pegou.

Tem também recursos de vídeo no adCenter e outras promessas, mas para o tempo da primeira vez que postei sobre o serviço até agora, senti apenas que aumentou a quantidade, mas não teve nada extraordinário ou realmente útil. O que vale apenas mesmo é a ferramenta de palavras-chave. A Microsoft está meio devagar no mercado de busca. O que está acontecendo?

Comentários (1)

Palavras mais buscadas em 2006

Já tinha escrito sobre as palavras mais buscados no Yahoo em 2006. Agora saíram as mais buscadas de outros sites de busca. Enquanto no Yahoo as mulheres dominaram, na AOL reinaram palavras genéricas como tempo, dicionário, letras de música e mapas. Na lista de celebridades Paris Hilton venceu Britney. Já na Microsoft, não foi a Britney que liderou as palavras mais buscadas, mas o nosso Ronaldinho foi o grande campeão.

Outro dado interessante da lista da Microsoft é que entre os termos que mais cresceram no ano estão Kaká em segundo, Zidane em terceiro, Cristiano Ronaldo e a senhora Beckhan. Provavelmente por ser ano de copa do mundo.

A expectativa sobre novidade é o Google Zeitgeist. Fique com os termos do Google, Live e da AOL:

Mais Buscados no Google:

  1. bebo
  2. myspace
  3. world cup
  4. metacafe
  5. radioblog
  6. wikipedia
  7. video
  8. rebelde
  9. mininova
  10. wiki

Mais buscados no Live:

  1. Ronaldinho
  2. Shakira
  3. Paris Hilton
  4. Britney Spears
  5. Harry Potter
  6. Eminem
  7. Pamela Anderson
  8. Hilary Duff
  9. Rebelde
  10. Angelina Jolie

Mais buscados na AOL:

  1. Wheater (Tempo)
  2. Dictionary (Dicionários)
  3. Dogs (Cães)
  4. American Idol
  5. Maps (Mapas)
  6. Cars (Carros)
  7. Games (Jogos)
  8. Tatoo (Tatuagem)
  9. Horoscopes (Horóscopo)
  10. Lyrics (Letras de música)

Comentários (17)

Windows Live Desktop Search arquivado

Sem nenhuma previsão de lançamento, foi adiado o projeto concorrente do Google Desktop Search. A Microsoft alega reestruturação interna como motivo. Isto não condiz muito com o que tem acontecido recentemente com a Microsoft. Ela tem investido bastante no projeto Live. O que pode ter acontecido na verdade foi a necessidade de focar mais em outra área. Poderia ser na parte de Busca?

Comentários (2)

Novo Windows Live Search é tableless

Muita gente reclama da Microsoft não aderir ao padrões web em seu Internet Explorer, porém quanto ao desenvolvimento dos seus produtos web, a empresa está apostando suas fichas no tableless. Eu já havia noticiado que a nova home da Microsoft seria em tableless. Agora é a nova busca da Microsoft: o Windows Live Search.

Apesar de continuar com os links patrocinados do Yahoo, ele está cheio de novidades. A primeira é o aumento na velocidade de retorno do resultado da busca. Em comparação a antiga, está muito mais rápida, digna do Google. A outra novidade é a busca relacionada. Ao pesquisar por um termo, a ferramenta sugere termos que possívelmente vão facilitar encontrar o que você está procurando.

Uma coisa é certa, quando a Microsoft se aventura em algo, não é para perder.

Comentários (7)

Microsoft adCenter

Eu já havia comentado sobre Microsoft adCenter Labs e agora foi lançado o Microsoft adCenter, sistema de publicidade para sites concorrente do Google AdSense. O sistema foi lançado inicialmente apenas por convite.

O grande diferencial alegado para o adCenter é que ele levará em conta questões demográficas para exibir os anúncios, além da tradicional relevância. O blog já existe algum tempo, inclusive anunciando suporte para Firefox e o lançamento do serviço no Reino Unido.

Vamos ver quando chega para os beta testers brasileiros.

Comente

página anterior · próxima página