Arquivado em Mercado SEO

Eu conhecia por outra sigla…

Na área de SEM, abreviação de Search Engine Marketing, temos duas divisões: o SEO, que é o Search Engine Optimization e o PPC, que é o Pay per Click. Detalhe que o SEM ainda é conhecido como Search Marketing (prefiro até esta).
Diferente de outros termos de internet como Web, e-mail, Banner, o SEO quando chegou no país sofreu adaptações. Foi chamado de Otimização para sites de Busca, otimização para Buscadores, Marketing de Otimização para Buscadores (MOB), Otimização de sites e diversas variações envolvendo preposições e termos usados acima.

Na parte do PPC, a transição foi mais fácil. Foi traduzido como Links Patrocinados. E quanto ao SEM, ele ficou como Marketing em Sites de Busca, ou Marketing de Busca. =)

Agora imagine um mercado baseado em termos de uma busca (palavra-chave) não ter um consenso no que usar. Na dúvida, é melhor usar SEO, mas eu prefiro otimização para sites de busca.

Comentários (6)

Google e Yahoo como ferramenta de busca padrão

O Yahoo assinou um contrato com a Acer para ser a ferramenta de busca em todos os computadores fabricados pela Acer em Taiwan. A Acer é a quarta empresa deste ramo no mundo e a parceria inclui a página inicial ser a do Yahoo e o Yahoo Toolbar pré-instalado. Este tipo de parceria com fabricantes de computador é importante para os sites de busca, pois em um computador instalado com Windows já vem com as soluções Microsoft como padrão. Um pouco parecido com o que aconteceu na guerra dos browser onde o Netscape de maioria absoluta sucumbiu para o pré-instalado Internet Explorer.

Mas a estratégia não se restringe a isso. O Google fechou contratos com o Myspace, para ser sua busca e com a empresa de software para pequenas empresa Intuit. O software QuickBooks terá inclusive integração com o Google Maps e com o Google Base. Já existiam também diversas parcerias como a do facebook.com, News Corp, Adobe e Dell.

A Microsoft já sabe que seus softwares de fábrica conseguem desbancar seus concorrentes facilmente como foi com o ICQ desbancado pelo MSN e o já citado Netscape. A tendência é surgir também parceiras com empresas nacionais como a fabricante de computadores Positivo. Será que o novo live.com vai ser o novo hit da Microsoft?

Comente

página anterior