Arquivado em Links Patrocinados

Google anuncia no AdWords com a palavra-chave SEO

Um dos trabalhos do profissional de busca é monitorar palavras-chave. Tenho a oportunidade de ver coisas novas e curiosidades como gente que vende a mãe ou um rim em links patrocinados . Uma coisa interessante e muito comum é ver o Google competindo com links patrocinados em algumas áreas. Acredito que a tendência é só aumentar. O Google já recebeu críticas sobre isto, mas colocou sua posição sobre usar o AdWords em benefício de seus produtos. Nunca ouvi ou li de alguém reclamar abertamente disto no Brasil, (bem, alguns clientes reclamam), mas lembro que no Reino Unido teve um burburinho sobre o Google usando formatos especiais em benefício próprio. Tem um caso até mais famoso que foi o filme do Jason Bourne hospedado pelo Google www.google.com/bourne em que a SERP era modificada para levar os usuários para a promoção e acabava empurrando para baixo competidores. O mais comum é o Google vender seus produtos com palavras como calendário blog, sendo que este último no momento tem dois anúncios de produtos do Google empurrando um competidor para terceiro.

Eu não acho que tem problema o Google anunciar na sua própria rede, mas o problema está na forma. É importante entender que o Google é um veículo e os veículos online usam suas redes de publicidade para anunciar seus próprios produtos. O problema para mim está na forma como o Google compete. Ao anunciar seus produtos, o Google cria concorrência direta, ainda mais em um país em que tem um share de 95% das buscas. Além disto, o Google ainda paga para ele mesmo a publicidade, o que gera um loop infinito que nenhum competidor conseguiria vencer.Mas o meu ponto ao escrever o artigo é que nem sempre os anúncios são relevantes. O próprio Matt Cutts já criticou a própria empresa por criar tais anúncios. E o exemplo  genérico que usarei e a palavra-chave SEO. Tanto na rede de conteúdo como na rede de pesquisa o Google tem anunciado fortemente o AdWords usando muitos termos e o SEO é um deles como você pode ver no print abaixo.

Google anunciando na palavra-chave SEO

Você pode até entender que por ser uma palavra de cabeça é aceitável a perda do Quality Score, mas na busca “curso de otimização de sites” retorna também o anúncio de Adwords. Até para “seo com animais” o Google retorna oferta de AdWords (se não entendeu a piada, leia o post sobre a intenção de quem procura SEO. Imaginem se você digitasse qualquer termo e aparecesse um anúncio oferecendo AdWords? Seria relevante?

A idéia deste artigo não é comprar briga com o Google, até por que a pancada que receberei será grande, mas de alertar sobre algo que acontece e pode ser corrigido. Mesmo sendo um veículo, o Google não pode esquecer do seu foco que é a busca relevante. Tornar irrelevante seus resultados patrocinados não me parece ser a intenção do Google.

Comentários (19)

Phishing Scam em AdWords

Minha amiga Ana Erthal, me enviou um e-mail em que ela recebeu uma cobrança no AdWords. A mensagem falava que seu cartão de crédito não foi aceito e era necessário atualizar as informações. Ela desconfiou e me encaminhou a mensagem. Dei uma olhada no e-mail e notei que a URL de logon no AdWords mandava a pessoa para um site russo. Estava na cara que era uma caso de phising scam. Estou colando um pedaço do e-mail para vocês:

“Our system was unable to process a payment for your outstanding Google AdWords account balance using your primary credit card. For the time being, your account is still open, and your ads are still running. However, we require you to update the payment information in your AdWords account very soon in order to ensure continued ad serving.”

Procurando, encontrei uma pessoa reportando o mesmo problema. No meio da mensagem o “hacker” pede para você logar na sua conta de AdWords. Este link não é do Google e pode ser um vírus ou até uma tentativa de roubar sua conta do AdWords.

O assunto é tão sério que o Google criou uma página exclusiva para você reportar casos de phishing.

Muitos hackers usam estas contas roubadas do AdWords para criar anúncios de links patrocinados com links para páginas com vírus. Eles podem até usar palavras-chave com nomes de bancos e assim ainda conseguem números de conta. Além da sua conta ser hackeada, você perderá dinheiro da sua conta e incautos serão atacados. Ainda não vi o phishing em português, mas preparem-se que para copiar coisa errada não falta gente. Se conhece alguém que tenha conta no AdWords, avise do risco.

Comentários (6)

Links patrocinados na revista Webdesign

Links da Revista Webdesign

Não sou fã de egoposts. Mês passado, por exemplo, o marketing de busca foi referência na matéria da revista PC World e nem divulguei por aqui. Essa semana recebi um e-mail de um leitor me dando bronca, pois não achava nem meu nome e nem uma foto minha no site. Ele está certo e vou acertar isto, mas não vou ficar fazendo auto-promoção.

Porém, este mês saiu uma matéria sobre links patrocinados na edição deste mês da Revista Webdesign e fiquei feliz com o que vi.

Na matéria, eles recomendaram três sites para aprender sobre links patrocinados. Adivinha quem aparece entre o learning center do Google e o Yahoo!? :) Fiquei bem feliz com a referência. Acho que devia até voltar a escrever mais sobre o assunto, mas os leitores preferem mais os artigos sobre SEO. O que as pessoas precisam aprender é que o quality score a cada dia aproxima SEO de links patrocinados. Os “mais de 200 fatores” são bem parecidos.

Então aproveitando a deixa, neste fim de semana estarei em São Paulo para o curso de Links Patrocinados. Ainda dá tempo de se inscrever.

Comentários (9)

Link patrocinado para gerenciar crise

Estava eu respondendo e-mails, que por sinal tem me ocupado muito tempo, quando reparei um link patrocinado diferente. Sempre presto atenção em todos os criativos. Nele vinha o seguinte:

link patrocinado itambé

O texto é: “Comunicado Iogurte Itambé Fit Light Itambé esclarece Propaganda”. Resolvi investigar e descobri a história. O que aconteceu foi que a agência Salles Chemistri criou uma peça fantasma para um festival de Propaganda. As imagens das peças eram de mulheres gordinhas em cenas clássicas do cinema como a Sharon Stone em Instinto Selvagem e a cena imagem das rosas de beleza roubada americana. A peça denegria claramente quem não se enquadra em padrões de beleza. Continuando a pesquisa vi que isto saiu em diversos blogs especializados e atingiu negativamente a imagem da Itambé. A empresa passou a ter um problema e precisava ir a público e comunicar a sua posição. Como fazer isto?

anúncio Itambe fit lightExistem profissionais especializados em gerenciamento de crise. Eles tem muita experiência para resolver problemas relacionados a imagem de uma empresa, mas o que chamou a atenção foi o uso de links patrocinados na estratégia. Foram compradas alguns termos relacionados ao produto Itambé Light Fit para chamar a atenção de quem fizesse uma pesquisa sobre o assunto. Desta forma, a marca pode comunicar o ocorrido e garantir que em for procurar pelo ocorrido nos sites de busca, vai conseguir também ouvir a empresa sobre o assunto. Uma idéia simples e diferente para gerenciar a crise. No mercado muita gente vê os links patrocinados apenas para fechar vendas. É possível muito mais que isto, como usá-los para branding, concursos, gerenciar crises e o que mais você desejar.

Agora só um porém, o site da empresa estava com uma mensagem de erro durante o domingo. Nenhuma página era acessível devido a um erro aparentemente de aspx. Nisto o dinheiro com links patrocinados estava indo embora, havia o risco de diminuir o quality score e ainda frustrava vários visitantes, assim como eu, mas a vantagem é que eu sei usar o recurso Google cache. Links patrocinados não é só por o anúncio no ar não, hein?

Comentários (10)

Nova turma, novo curso

Esta é a última semana antes da nova turma do curso SEO de São Paulo e do Rio de Janeiro. Ainda dá para se inscrever, só que não deixe para última hora. O hotsite do curso ganhou novidades como área de depoimentos e o conteúdo do curso. Se tiver uma sugestão, aproveite o formulário de contato. O outro motivo do aviso é que será mais um mês corrido, mas a boa notícia é que ele entra com novidades.

Selo Google Advertising ProfessionalEm primeira mão, aviso o lançamento do curso de links patrocinados. Os alunos que fizeram o curso SEO estavam me cobrando há tempo e ele é o complemento natural do curso SEO. Achei bom fazer a certificação do Google antes do curso para ver as novidades na prova. É que desta maneira posso incluir no curso dicas de como se certificar. Em breve o hotsite do curso estará no ar e as inscrições liberadas.

Além disto, para o pessoal que já fez o curso SEO e pediu continuação, parece que teremos uma dupla do barulho aprontando grandes confusões. Aguardem.

Comentários (12)

Google = dinheiro + internet + se*o

A vantagem de trabalhar com marketing de busca é que no dia-a-dia descubro coisas interessantes como também coisas sem sentido. Estava revisitando as ferramentas de SEO do site e fazendo alguns testes. Na ferramenta de sugestão de palavras-chave do Google resolvi testar o próprio nome do Google em português para quais palavras ele relacionaria. Para minha surpresa, os três primeiros termos associados são estes na figura:

palavra-chave-google.gif

Engraçado que há uns anos era SEO que retornava resultados uma destas palavras. Parece que a primeira palavra é bem forte nas buscas. Com uma concorrência de anunciante desta até dá para entender. Só que tem um detalhe interessante. Engraçado que o primeiro termo não tem anunciantes no AdWords e o segundo tem apenas quatro anunciantes. Atenção a isto!

Comentários (8)

próxima página