Sugestão de palavras-chave do Yahoo off

Tem uma seção do site que coloco algumas ferramentas de SEO, de links patrocinados, de palavras-chave e do que possa ajudar o trabalho de profissionais do mercado de busca.

Depois de um comentário ontem em um post, resolvi atualizá-lo e acabei notando que a ferramenta de sugestão do Yahoo está fora do ar. Decidi ir direto a fonte e visitar a página de links patrocinados do Yahoo. O link para a ferramenta ainda está lá, mas o serviço está realmente off. Na versão americana acontece o mesmo.

Vou avisar para o pessoal que conheço do Yahoo. Se alguém souber se o link mudou me avise. Por via das dúvidas vou deixar o link. Lembro que a há algum tempo a ferramenta do Google também saiu do ar e reapareceu em outro endereço.

O Andre Kischinevsky a pouco tempo me sugeriu o Word Tracker como ferramenta de palavra-chave, mas ele é pago. Existe um trial mas exige cadastro. Vou arrumar um tempo e testar o serviço. Ainda acho que o Yahoo vem com boas novidades.

2 Comentários »

  1. Mario Cerqueira Lima

    January 20, 2008 @ 7:25 pm

    Este comentário não sairia da minha cabeça se não fosse a abertura dada no seu texto: em caso de erros gritantes de Português, a ordem é ficar à vontade. Infelizmente, a geração que está na ativa neste início de milênio no Brasil mostra que não teve a chance ou o interesse de aprender nosso (difícil) idioma. Mas, não é só. Mostra também que não faz a menor questão de aplicar as regras e demonstrar seu respeito pela Língua Portuguesa, e isso não se limita ao orkut, é percebido na maioria dos sites que vemos por aí. A crítica não é exclusiva para o pessoal que lida com a web, estende-se aos professores, advogados, jornalistas e outras categorias cuja ferramenta principal é a comunicação.
    Se permitirmos que isso continue, seremos coniventes, permitindo a total inversão de valores que pode resultar na criação de um novo dialeto, o dos ignorantes e preguiçosos.
    Com todo o respeito à capacidade dos tecnocratas, quando se tem a ousadia de publicar um site ou escrever artigos, é preciso não esquecer o respeito devido àqueles que aprenderam a ler e escrever mais do que cifras e códigos, pois, até para compreendê-los é preciso ler alguma coisa que faça sentido e não nos embrulhe o estômago.
    Aqueles que não têm domíno das regras ortográficas e gramaticais (para não citar outras), deveriam recorrer a um revisor preparado. Afinal, os profissionais não poupam críticas quando um leigo se atreve a disputar o seu mercado.

  2. Fabiano de Mattos

    September 28, 2008 @ 2:31 pm

    Ao contrário de pretender comentar todos os “posts” referentes a palavras-chave, abordando gramática, ortografia e outros fatores ligados ao bom uso do português prefiro lembrar que o mais importante na fase onde o Analista (SEO) escolhe suas palavras de trabalho é a mensuração dos resultados que estas podem trazer ao cliente, como foi citado anteriormente algumas palavras praticamente não possuem volume de pesquisas, portanto não trarão visitantes ao site, tornando o posicionamento inútil. Para essa mensuração é que devemos utilizar o maior numero possível de ferramentas disponíveis online.
    Tendo em vista que seus resultados são sempre variantes costumo cruzar esses dados, quando possível, com o resultado de campanhas de links patrocinados onde, durante cerca de um mês, acompanho o volume de impressões das referidas “keywords”, obtendo assim uma referência mais exata e atualizada, muitas vezes podendo mensurar até em nível regional, o volume de buscas para determinado “termo”. Para esta tarefa, na impossibilidade de se estabelecer uma campanha de links patrocinados, utilizo a ferramenta “Traffic Estimator” encontrada no Google AD-Words, na minha opinião ele é quem oferece os melhores resultados para pesquisa de palavras-chave em “português”.
    Concordo que a grande maioria das ferramentas on-line ainda não oferece bons resultados para palavras em nosso idioma, principalmente acentuadas ou com cedilha, porém já podemos notar uma grande melhora no sistema pago do WordTracker, que para empresas SEO, com um maior volume de trabalho torna-se uma “mão na roda”.
    Acredito que um projeto de Consultoria SEO deve ter um compromisso direto com o ROI desta estratégia, e torna-se evidente que a base deste serviço, ou seja, a pesquisa de palavras-chave é a fase mais importante quando o objetivo é gerar conversões, sejam elas visitas, cadastros ou vendas para um determinado site. Não podemos resumir uma estratégia SEO em simplesmente posicionamento em sites de buscas, com a “Keyword Research” este processo tem como objetivo trazer o visitante certo ao lugar certo. O segredo está na escolha das palavras.

TrackBack URI

Comente