A importância da análise – o Google também erra

Eu escrevi um artigo sobre a divulgação das palavras mais procuradas no Google em 2008. Ao invés de simplesmente copiar e colar, resolvi fazer uma análise sobre o resultado e percebi que tinha algo errado. Se você ainda não leu o artigo, visite-o antes de continuar a leitura. Se não quiser nem ler o artigo e ir direto para a dica, role até o fim do artigo.

Logo depois que publiquei o artigo, percebi que vários blogs e veículos importantes como a Info, a BBC e o G1 publicaram a matéria quase que idêntica ao site ou release. Ninguém se preocupou com a apuração ou análise do conteúdo informado.

Na minha visão, mesmo quem não entende de SEO conseguiria notar que havia algo de errado com os dados. Os números não faziam sentido. Hoje me deu um estalo e resolvi visitar novamente o Zeitgeist e bingo! O Google trocou a ordem do “mais subidas” e dos “mais pesquisado”, já corrigiu e esqueceu de colocar a errata. Mesmo assim, agora é um pouco tarde, pois a maior parte das pessoas já publicou seus artigos com a ordem invertida. Talvez alguém do Google tenha visto aqui meu post e correu para acertar. :)

Não estou criticando o que parece ser um erro do Google ou do editor do site. A idéia que quero passar é que as pessoas devem repensar os inúmeros dados estatísticos, afirmações e pesquisas que recebem diariamente. Analisem a informação para gerar conhecimento. Estes anos de marketing digital me deram experiência para ver as coisas dessa forma. Acho que é por isto que martelo que SEO não é apenas técnica, mas estratégia.

Se tiver que criticar algo, faço, mas de forma construtiva. Não devo nada a ninguém (apenas a minha esposa) e não sou adulador. Se eu receber uma crítica, levo a sério a mensagem e me corrijo quando necessário. Não sou perfeito. Quanta gente já comentou de erros de digitação que foram devidamente consertados. Sempre tento passar o que há de melhor neste humilde blog. Aproveitando, também evito escrever sobre o lugar-comum. Algumas pessoas me cobram, mas quando sai um novo Google Killer que só de fazer o primeiro teste fica claro que nem funciona direito, nem me dou ao trabalho de comentar. Tento passar informação relevante e diferenciada para os leitores.

Para resumir então, duas dicas finais:

1- Não seja “CTRL+C, CTRL+V”. Adicione informação relevante, adicione inteligência. (Cite a fonte também. Básico da educação).
2- Questione. Não é por que o Google escreveu, que é verdade absoluta. Todos podem errar ou usar uma amostra enviesada.

E usem protetor solar. Tem feito uma “lua” aqui no Rio. :)

12 Comentários »

  1. Leandro Feió

    December 12, 2008 @ 7:56 pm

    Ótimo post, Paulo!

    Parabéns pela iniciativa de tentar estimular uma melhor análise e crítica da informação que chega até nós, quanto mais se tratando de Internet (onde o filtro tem que ser ainda melhor e mais selecionável), já que qualquer um pode publicar o que bem entender.

  2. Cristiano Rossetti

    December 14, 2008 @ 8:10 pm

    nossa impressionante como seu blog influencia a internet
    com certeza isso prova que a qualidade supera qualquer coisa
    parabens

    att:cristiano rossetti pereira

  3. Diamond Studio Brasil

    December 14, 2008 @ 10:44 pm

    Obrigado pelo exelente conteúdo.
    ele ressalta bastante a visão analitica do conteúdo
    geralmente profissionais confiam muito no que o google mostra logo de cara, e hoje em dia concerteza é presico ficar atento a esses detalhes com uma analize bem critica dos realtórios fornecidos.

  4. Marcelo Sant Iago

    December 15, 2008 @ 2:02 pm

    Ou seja, o post de 2006 do Danny Sullivan continua valendo, conforme eu comentei em seu post original.

  5. Charles C

    December 15, 2008 @ 4:05 pm

    Muitas vezes, sinto falta de uma explicação mais clara sobre a metodologia das pesquisas.

  6. triko

    December 15, 2008 @ 8:25 pm

    Já vi coisas realmente esdrúxulas em pesquisas realizadas por pessoas através do google.

    INCRIVEL mesmo, sabe?!

    Como se o google fosse um verdadeiro GURU.

    O lance estava errado e a pessoa ainda diz assim: “se tá no google é 99% certo, pois é muita gente utilizando assim”. E da-lhe Ctrl + C e Ctrl + V.

    Não falei que era incrivel?!

    Sei que não tem muito haver com o que foi colocado por vc, Paulo. Mas é só mais um exemplo de como o usuário anda hj em dia hehe!

    Forte abraço!

  7. cilene

    December 16, 2008 @ 6:42 am

    Os seus artigos sao sempre muito bons. Por exemplo meu Analytics estå registrando pelo menos 3 mil visitas a menos em relacao a outras estatistica que uso. Claro que deve ter um problema no Analytics, mas como nao sou SEO deixo a dica para vc.

  8. aissegoo

    December 18, 2008 @ 10:10 am

    Ola!

    Bem, primeiramente queria reforçar que citar fontes não é apenas questão de educação, é lei!!! É muito importante deixar isso bem claro para a internet brasileira.

    Quanto ao erro, perfeitamente normal, afinal “herrar é umano”. Conselho que podemos deixar é que sempre procure 2 ou 3 fontes sobre o assunto para garantir um pouco de confiança na pesquisa que se pretende realizar.

    Fica as dicas, []s

  9. Cristiano

    December 22, 2008 @ 7:41 pm

    Eu fiz uma matéria no meu blog, Google me ama!, na qual também fiz algumas críticas aos resultados do Zeitgeist. Está em:
    http://googlemeama.blogspot.com/2008/12/buscas-mais-populares-no-google-em-2008_14.html

    O post é de 14 de dezembro.

    Grande abraço!

  10. Wellington

    January 14, 2009 @ 1:16 pm

    Muito legal esse post. Fui um aluno do seu curso Paulo, e sei que ainda é meio confuso a analise para posicionamento. Creio que o google erra. Uso por exemplo uma dúvida minha. Tenho uma loja de piscina com um site que otimizei para a palavra chave “piscina” ou “piscinas”, vi os concorrentes, e meu site tem muito mais conteúdo de que todos os que estão na primeira página (não desmerecendo os concorrentes), e segui todas as diretrizes que todos que entendem de SEO aconselham, mas mesmo assim, não apareço para essas palavras chave. Tem site que tem pagerank 0 assim como o meu, sem conteúdo nenhum e aparece na primeira página. O que dizer disso Paulo? Meu site é o http://www.piscinasjoy.com.br. Se pesquisarem pelas palavras chave que citei, verão! Abraço a todos!

  11. João Henrique

    January 21, 2009 @ 10:28 am

    Para quem tiver se coçando para caçar paraquedistas, um detalhe: as palavras que mais cresceram não necessariamente foram muuuuito pesquisadas, quer dizer apenas que elas foram muito mais pesquisadas do que no(s) ano(s) anterior(es)

  12. Melhores notícias da semana na Blogosfera. « Made in Blog

    May 26, 2009 @ 1:21 am

    […] http://www.marketingdebusca.com.br/importancia-analise/ […]

TrackBack URI

Comente